Faça Simples, Faça a Diferença, Faça com a Envan!

Siga a Envan:

Mapa de riscos

 

Garantir a medicina e a segurança do trabalho é essencial para ter ótimos resultados dentro de uma empresa, afinal o maior patrimônio de uma organização, são os colaboradores.

 

O mapa de risco é a metodologia usada para proteger seus companheiros de trabalho, pois através dele sabemos quais são os perigos encontrados na empresa.

 

O mapa de risco é criado por meio de uma representação gráfica utilizada para mostrar os riscos encontrados no ambiente de trabalho, podendo assim evitar possíveis acidentes.

 

Para utilizar essa ferramenta é necessário fazer uma planta baixa ou o esboço do ambiente de trabalho. Todos os riscos serão sinalizados com círculos (quanto maior o for o espaço, maior é o nível de risco).Para destacar cada tipo de risco  são utilizadas cores diferentes.(Físico, acidente, químico, biológico, ergonômico).

 

 

Quais são os benefícios do mapa de risco na área empresarial ?

 

  1. Conscientizar os colaboradores

 

O mapa de risco é desenvolvido pela CIPA-Comissão Interna de Prevenção de acidentes, sob a fiscalização da equipe de engenharia de segurança e medicina do trabalho. Podendo ser criado um  mapa para cada setor ou um mapa de risco único.

 

Além de tudo como ele funciona como um indicador de presença acaba contribuindo para a conscientização para o trabalho em equipe. Ele também pode ser usado como estímulo para que a empresa e os colaboradores desenvolvam novos métodos e soluções para prevenir acidentes de trabalho.

 

 

  1. Reduzir acidentes de trabalho

 

O Mapa de riscos tem como objetivo reduzir danos a saúde do colaborador e acidentes de trabalho. O mapa de riscos é considerado uma ferramenta eficaz que previne e reduz os índices de acidentes no trabalho.

 

Investir na segurança e saúde do funcionário aumenta o nível de produtividade da empresa.

 

  1. Evitar multas pela falta do mapa de risco

 

Segundo a Lei 6.514/77 é obrigatório ter o mapa de risco no ambiente empresarial independentemente do tamanho, das atividades ou quantidade de funcionários da empresa. Ou seja a não elaboração acarreta multasse outras punições legais ao empregador.

 

Vale lembrar que as empresas que não possuem CIPA não estão isentas de multas, conforme a NR1 E NR5.

 

O mapa de riscos deve estar fixado em locais de fácil acesso, facilitando a visualização de todos os funcionários. Cada aja algum reforma no edifício após o mapa de risco já houver sido feito , o mapa de risco precisará ser revisto.

 

 

Quais são as classificações do mapa de risco ?

 

Há varias naturezas dos riscos no ambiente de trabalho. Tais acidentes são classificados em 5 categorias  cores distintas. Vejamos:

 

  • Riscos físicos: umidade, radiação, vibração, calor, frio e ruído.

 

  • Riscos Químicos: fungo, parasita, bactéria, vírus e protozoários.

 

  • Riscos Biológicos: poeira, fases, névoa, fumo, substâncias químicas em geral.

 

  • Riscos Ergonômicos: postura, estresse físico, esforço físico e tarefas contínuas.

 

  • Riscos de Acidentes: possíveis causas de incêndio ou explosão, equipamentos sem a devida

proteção, risco de queda, animal peçonhento, iluminação inadequada.

 

Além da natureza do risco e das cores são utilizados círculos para identificas o grau de ameaça. Uma curiosidade, no mesmo círculo pode haver mais de uma cor, ou seja no local existe mais de um perigo.

 

Com este mapa podemos classificar os perigos de forma simples e facilita a visualização dos funcionários.

 

Se este post foi útil pra você, compartilhe com seus amigos nas redes sociais e fique atento para não perder o próximo post.

 

 

admin
No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.